8 de jul de 2015

Por que minha empresa precisa de um contador?

Foi-se o tempo em que uma pequena ou média empresa fazia algum tipo de “milagre” ou “arranjo” para suprir a necessidade do trabalho contábil dentro da gestão corporativa. Até seria possível, em outros cenários econômicos, improvisar alguém na posição de conselheiro fiscal e responsável pelas contas de uma empresa, não importando seu tamanho – desde que não fosse, claro, uma grande empresa. Hoje a pessoa do contador não é necessária apenas por lidar bem com números e com leis, mas é essencial para o próprio gerenciamento dos processos dentro de uma organização – que vai desde o levantamento de passivos e ativos até o controle do sistema de folha de pagamento de pessoal. Atualmente não é mais possível se “virar nos 30” sem a presença de um contador.


Esse tipo de profissional também é fundamental à luz da legislação brasileira, que estabelece dezenas de obrigatoriedades para que as empresas cumpram, nas mais diferentes áreas do conhecimento matemático. São obrigações fiscais, tributárias, comerciais, trabalhistas, previdenciárias e tantas outras que só podem ser levantadas e analisadas por um contador habilitado. Além disso, caso o contador não esteja preparado para o cargo, coisas básicas como a declaração de um imposto podem virar sérias dores de cabeça no futuro gerencial da instituição.

Mas além disso ainda existem outras searas em que só o contador consegue adentrar com precisão, já que ele estudou para isso – e se você ainda não sabe quais são, confira: vão desde a visão estratégica financeira – e possível – do negócio da empresa até a tomada consciente de decisões pela alta cúpula da diretoria. O contador é hoje um conselheiro fiscal e financeiro de qualquer empresa, cargo que vai além da simples apuração dos resultados e do controle de patrimônio. Além disso, ele é a pessoa que detém informações vitais para o progresso da empresa – e também pode ser o anjo do apocalipse capaz de prever (e remediar a tempo) falências ou prejuízos astronômicos. Hoje em dia, inclusive, espera-se que o contador entenda plenamente do mercado onde está inserida a empresa, para que suas opiniões financeiras sobre a organização sejam sempre coerentes e certeiras.

0 comentários :

Postar um comentário

    Blogger news

    Blogroll

    About