20 de mai de 2014

20 de mai de 2014
0 Comments
Posted in Arrangement , Art , Business

Turismo e sustentabilidade no Brasil

Em termos gerais, o turismo é hoje uma das áreas mais sustentáveis, em termos econômicos, que podemos citar. Números da Organização Mundial de Turismo apontam que o turismo é responsável pelo surgimento de um em cada dez postos de trabalho, o que faz com que a área empregue mais pessoas, gere mais renda e faça a diferença não só na vida de quem viaja, mas também de quem fica ali, na mesma cidade, ganhando a vida. Um dos setores que fica mais aquecido em cada cidade de estilo tipicamente turístico é o comércio varejista, mas a cadeia produtiva do turismo gira em torno de 50 setores diferenciados.
Como, então, tornar o turismo ainda mais sustentável, principalmente no Brasil?
O turismo é tido como um dos mais importantes instrumentos de transformação da economia e da sociedade, capaz de promover valores como inclusão social, geração de emprego e renda (como já foi falado), investimentos em várias áreas, incentivo ao empreendedorismo e ferramenta de educação dos povos, quando o intercâmbio da cultura é feito entre um ser humano e outro. A área contempla as atividades que parecem mais banais para nós, reles mortais, mas que são capazes de abrir novas empresas, fechar outras e dar condição de crescimento a várias, como reservar hotel, comprar passagens aéreas, alimentar-se em todos os destinos e usar o transporte público de cada cidade. Imagine, agora, várias pessoas usando todos esses recursos de forma indevida?
É sabido que o turismo mal administrado, assim como qualquer outra área e setor da economia, pode causar danos irreversíveis, na escala comercial e ambiental, de cada cidade. As cidades históricas de Minas sabem bem disso, pois são destinos certos de milhares de turistas durante o carnaval e, como são pequenas cidades, acabam por se tornar reféns da demanda e suas consequências: muita sujeira, falta de saneamento básico logo após o feriado e, a longo prazo, desgaste de centenas de patrimônios históricos. Esse é um exemplo de turismo insustentável, já que o setor não cuida com carinho dessas cidades e de muitas outras ao redor do país.
Outra forma de tornar o turismo ainda mais sustentável no Brasil, além de ter cuidado com o número máximo de pessoas que uma cidade ou outra é capaz de comportar durante um período de tempo, é prezar pela acomodação “politicamente correta”. Seja hotel Florianópolis, hoteis em Copacabana ou albergues em São Paulo e Porto Alegre, muitas grandes cidades do nosso país ainda vivem no bom e velho sistema hoteleiro de antigamente, não utilizando das diversas energias alternativas, como a solar, para melhorar e baratear seus serviços a longo prazo. Nesse caso, também faz parte do papel consciente do turista exigir acomodações que mantenham a higiene e limpeza em patamar de excelência sem, necessariamente, ter que lavar tudo todos os dias. Afinal, esse tipo de insustentabilidade acaba por arriscar o fim dos recursos naturais, fora que um sistema assim gasta muito mais dinheiro para ser mantido.

O importante é lembrar que, como área sempre vanguardista, o turismo tem a obrigação social de ser o exemplo para todas as demais áreas, fazendo uma integração constante dos cerca de seus 50 setores para que todos saiam beneficiados. Você pode estar viajando para a Europa, mas a sua cidade de residência é também, provavelmente, um ponto turístico, e uma falha de estratégia na sustentabilidade dessa área pode acabar no seu bolso. É preciso que todos nós, funcionários do turismo ou turistas por vocação, nos juntemos para fazer dessa uma área ainda mais sustentável em um país onde essa palavra já é, há tempos, o grito de guerra do nosso crescimento econômico.

16 de mai de 2014

16 de mai de 2014
0 Comments
Posted in Arrangement , Art , Business

O Descarte Correto dos Pneus

O triturador de pneus – máquina que tem a função de triturar a borracha – surge como um grande facilitador no processo de reciclagem deste material que oferece grande impacto negativo para o meio ambiente.
Pesquisas mostram que as empresas estão se preocupando cada vez mais com o descarte correto deste material, algumas até geraram receita reciclando pneu da forma correta, inserindo o produto novamente no mercado, além de existir uma lei que estimula a logística reversa por parte dos fabricantes e vendedores de pneus.
O pneu, por ser um material resistente, demora cerca de 600 anos para se decompor na natureza e até ganhou a primeira posição no ranking dos produtos que mais poluem a natureza, se tornando um problema mundial.
O descarte inadequado desde resíduo sólido se torna cada vez mais um perigo para a natureza e para o ser humano, já que provoca enchentes nas grandes cidades, contamina o solo e trás consequências graves à saúde pública, pois servem como criadouro de mosquitos que transmitem a malária e o Aedes Aegypti, causador da dengue.
Atualmente, as empresas fabricantes de pneus, vendedores e borracharias podem utilizar a máquina de triturar pneu para facilitar o processo de reciclagem, transformando este material em pequenas lascas, podendo ser reutilizado pela própria empresa, como um gerador de energia, na construção civil e para fazer asfalto, atitudes que contribuem com o meio ambiente.
Que tal usar os pneus como diversão para as crianças? Muitos parques de bairros periféricos da cidade de São Paulo estão sendo revitalizados, ganhando novos brinquedos como balanços e gangorras feitos com pneus que foram doados. Uma alternativa criativa, divertida e sustentável para a destinação dos pneus descartados.

14 de mai de 2014

14 de mai de 2014
0 Comments
Posted in Arrangement , Art , Business

Dicas para evitar o desperdício de água

As palavras de ordem do século XXI são meio ambiente e sustentabilidade. Para estar de acordo com este pensamento é de extrema importância que as pessoas saibam como lidar melhor com o consumo de água, utilizando somente o necessário.
Nada de banhos demorados, escovar os dentes ou fazer a barba com a torneira aberta, ou lavar as calçadas com mangueira. Por que não reaproveitar a água que já foi usada em outros afazeres para lavar a calçada ou o carro? Tudo fica ainda mais econômico quando se inclui o uso de um balde e panos.
Outras dicas de como evitar o desperdício de água também engloba a não utilização do vaso sanitário como lixeira, depositando ali papéis higiênicos ou jogando bitucas de cigarros, pois estes materiais, além de exigirem água a mais para escoá-los, podem ocasionar o entupimento do vaso.
O mesmo vale para molhar as plantas, utilize sempre um regador ou balde, nada de mangueiras. Na hora de lavar roupa, espere acumular um número suficiente de peças para não ser obrigada a usar a máquina diversas vezes, ocasionando um desperdício de água e energia desnecessariamente. Se for lavar no tanque, feche a torneira enquanto esfrega as roupas.
Uma regra simples e muito importante é verificar os vazamentos. Uma torneira mal fechada pode trazer muitos prejuízos e se estiver com defeito também. Para se ter uma ideia, o desperdício de uma torneira apenas gotejando é de 46 litros. Portanto é preciso ter mais consciência e sabedoria na hora de utilizar a água para uso próprio, para que ela não falte nos momentos em que você mais necessita.

7 de mai de 2014

7 de mai de 2014
0 Comments
Posted in Arrangement , Art , Business

Decoração sustentável na sua casa

Que tal aliar duas tendências incríveis em uma só: sustentabilidade e decoração criativa? Sim, isso é possível! Sua casa pode ter um charme todo especial, com produtos exclusivos e, ainda por cima, respeitando diversos fatores ligados ao cuidado com o meio ambiente e a sustentabilidade. E para que isso aconteça você não precisa ser o maior ativista em atividade, nem estar filiado a nenhum grupo de proteção ao meio ambiente - basta usar sua criatividade e o senso de respeito ao meio ambiente. Esses são dois itens fundamentais para uma decoração criativa e sustentável.

Invista em peças que você já havia descartado do uso diário e encontre alternativas sustentáveis para elas. Você sabia que com garrafas pets é possível criar a base para uma confortável poltrona? E aquele pneu velho? Ele pode ser pintado e decorado para exercer o papel de um lindo vaso, com flores das mais variadas espécies.

Também é possível ser sustentável optando por um tipo de lâmpada específica: a florescente. A escolha por móveis com madeiras certificadas também é uma forma de demonstrar todo o seu respeito pela natureza.
Separamos algumas imagens que podem servir de inspiração na hora de começar os trabalhos de criação de artigos de decoração sustentáveis. Veja como simples adaptações são capazes de criar efeitos inesperados, porém, maravilhoso:

Além das fotos, separamos um vídeo bem bacana que encontrarmos no Youtube. O programa é o “Cultura e Meio Ambiente” apresentado pela Talita Requena. Vale a pena conferir!

1 de mai de 2014

1 de mai de 2014
0 Comments
Posted in Arrangement , Art , Business

Agora é o Ecoturismo: Curtindo essa tendência no Rio de Janeiro e Florianópolis

Virou moda: ecoturismo é tendência em todo o mundo, e principalmente no Brasil, onde natureza e cartões postais se unem de forma magnífica significando, quase sempre, a mesma coisa. Escolher pequenos pedaços de paraíso para realizar esse tipo de passeio é mais tendência ainda nas cidades turísticas brasileiras – difícil, mesmo, é escolher o destino. Para que você não se perca nas milhares de opções, vamos dar dicas de duas cidades que vale muito a pena conhecer na tentativa de aliar passeio e natureza, em duas regiões totalmente diferentes do país: a cidade do Rio de Janeiro e Florianópolis, em Santa Catarina.

No Rio de Janeiro, o que vale é ver: a cidade está rodeada de mirantes, florestas urbanas, trilhas em locais surpreendentes e todo um contraste de urbanização e natureza que não vemos com frequência nas cidades mais importantes do mundo. O Rio, no entanto, é bem especial. Tão especial que, para ir para lá – principalmente em alta temporada (verão, carnaval e férias escolares) – é preciso fazer reserva antecipada de hotel se você não quer correr o risco de ficar sem lugar. A capital fluminense, comumente conhecida como “cidade maravilhosa”, é o destino mais procurado da América Latina e um dos cinco mais visitados de todo o hemisfério sul do planeta. Dar bandeira na hora de fazer seu planejamento de viagem não vale.

Quando estiver lá, procure conhecer a Floresta da Tijuca, maior floresta urbana do país, e a trilha da Gávea, já que ela pode terminar em uma incrível aventura de ecoturismo: o voo livre de asa delta ou parapente por um bom pedaço do litoral carioca. As praias de surfe também são uma boa opção quando o assunto é aliar ponto turístico e natureza, já que diversas praias do Rio são totalmente propícias para o esporte. Procure por cantos da cidade (e não são poucos) para fazer caminhadas e trilhas e não deixe de visitar o Cristo Redentor, que fornece uma visão privilegiada dessa infinitude de belezas naturais, e nem de fazer um bom mergulho em praias de corais ou nas ilhas próximas à Baía de Guanabara. Se for optar por se hospedar em um hotel próximo ao aeroporto do Rio de Janeiro, fique atento aos nomes dos terminais: o Santos Dummont fica bem próximo ao centro comercial do Rio, enquanto o Internacional do Galeão fica na Ilha do Governador, mais distante do centro. Se a empolgação pegar de vez, estenda seu passeio de ecoturismo até as cidades da Região dos Lagos, como Cabo Frio e Angra dos Reis, porque vale a pena conhecer mais desse litoral estarrecedor que compõe o estado do Rio.

Estarrecedores, também, são os cenários de Florianópolis, a mágica ilha de Santa Catarina, onde não faltam praias paradisíacas para um bom mergulho ou a prática de surfe. Mas não é só disso que vive Floripa, cidade onde até a vida noturna é um capítulo à parte quando o assunto é “beleza e cultura local”.

A cidade tem bons pontos para rapel, escalada, caminhada, trilha de bike e até trekking nas principais lagoas, o que faz de Floripa um point internacional para a maioria dos eventos de esportes radicais. Lá também é preciso fazer reserva de acomodação muito antes da data da viagem, principalmente se sua preferência for por um Hotel 3 estrelas em Florianópolis, que alia luxo e economia. Para viver o ecoturismo por lá, não se preocupe com equipamentos: as empresas que prestam serviços de passeio dispõem de todo o material necessário, e o aluguel geralmente é barato. Se você quer aliar passeio natural e relaxamento, opte pela pesca esportiva oceânica e divirta-se. O que não vai faltar para você é alternativa de estar perto da natureza nessa cidade que, por si só, é um imenso paraíso natural.

    Blogger news

    Blogroll

    About